Q56

Com o advento da industrialização surgiu a preocupação com o gerenciamento de riscos, de modo a evitar que ocorram falhas ou eventos causadores de acidentes que atentem contra a segurança . . . → Abrir Q56

Q57

Quando os cenários acidentais ultrapassam os limites de uma instalação ou empreendimento de modo a afetar pessoas, as análises de riscos deverão calcular e apresentar esses riscos nas formas individual . . . → Abrir Q57

Q59

Segundo normas internacionais, o processo de gestão de riscos consagrado na literatura é composto de 4 etapas fundamentais, que são:

(A) identificação, análise, avaliação e tratamento (B) identificação, avaliação, priorização . . . → Abrir Q59

Q13

Em um determinado processo de trabalho, foi aplicada a técnica do HAZOP e detectado um desvio: ausência de fluxo de uma substância. Nesse caso, a palavra ou expressão- guia a . . . → Abrir Q13

Q23

A FMEA é uma técnica de análise de risco que visa a identificar os modos de falha dos componentes de um sistema e os seus efeitos. Um componente qualquer pode . . . → Abrir Q23

Q26

Relacione as categorias de frequência utilizadas no estudo de avaliação de frequência de um risco, apresentadas à esquerda, com a sua respectiva caracterização à direita.

1. Extremamente baixa 2. Muito . . . → Abrir Q26

Q30

O risco associado a um evento perigoso resulta da frequência e da consequência do evento. Quando se tem um evento com categoria de consequência baixa e frequência alta, a avaliação . . . → Abrir Q30

Q40

A técnica de identificação de perigos e análise de riscos, que visa a identificar eventos perigosos, causas e consequências e a estabelecer as medidas adequadas de controle, é a

(A) . . . → Abrir Q40

Q43

A Análise por Árvore de Falhas é uma técnica de análise de riscos que

(A) identifica sequências de eventos que podem suceder um evento iniciador. (B) identifica quase acidentes e . . . → Abrir Q43

Q34

A técnica que utiliza a metodologia baseada em um procedimento que gera perguntas de maneira estruturada e sistemática através de uso apropriado de um conjunto de palavras-guias aplicadas a pontos . . . → Abrir Q34

Q35

Qual técnica de análise de risco é considerada uma técnica qualitativa e quantitativa?

(A) Análise Histórica (B) WHAT-IF (C) Árvore de Causas (D) Análise Preliminar de Perigos (E) Árvore de . . . → Abrir Q35

Q36

petrobras-cesgranrio-2010-2-engenheiro-de-seguranca-q36

Qual das técnicas de Gerenciamento de Risco utiliza a tabela acima?

(A) Análise Preliminar de Risco (B) Análise de Árvore de Falha (C) WHAT–IF (D) Técnica de Incidentes Críticos . . . → Abrir Q36

Q37

Após a avaliação de efeitos físicos que podem ocasionar lesões, danos e perdas, efetua-se a simulação, que é a análise do comportamento do fenômeno físico em relação aos parâmetros de . . . → Abrir Q37

Q39

Com referência ao Gerenciamento dos Riscos, analise as afirmações a seguir.

I – Confiabilidade é a fração ou percentual do tempo em que um componente ou sistema encontra-se disponível para . . . → Abrir Q39

Q40

Qual técnica de análise de risco, NÃO considera a avaliação quantitativa das consequências dos eventos catastróficos?

(A) Análise de Causa e Consequências (ACC) (B) Análise de Árvore de Eventos (AAE) . . . → Abrir Q40

Q33

petrobras-cesgranrio-2014-engenheiro-de-seguranca-q33

Há uma técnica de análise de risco que utiliza uma planilha de trabalho onde pode ser colocada a classificação qualitativa do risco, conforme os parâmetros da expressão matemática, representados na . . . → Abrir Q33

Q34

Há uma técnica de gerenciamento de risco que possibilita uma identificação da lógica de associação dos eventos intermediários que pode resultar na ocorrência do evento de topo. Isso é possível . . . → Abrir Q34

Q35

Em uma indústria química, a equipe de gerenciamento de risco que irá estudar um fluxo de processo contínuo escolhe uma determinada técnica de gerenciamento de risco para avaliar as condições . . . → Abrir Q35

Q36

A estimativa dos efeitos físicos decorrentes dos cenários acidentais, envolvendo substâncias inflamáveis, deverá ser precedida de uma determinada técnica de análise de risco para a definição das diferentes tipologias acidentais. . . . → Abrir Q36

Q37

Nas instalações em que os efeitos físicos extrapolam os limites das empresas e podem afetar pessoas, os riscos do empreendimento deverão ser calculados. Para tanto, dos cenários acidentais identificados deverão . . . → Abrir Q37

Q38

Com relação à analise de consequências e vulnerabilidade, considere as afirmativas abaixo.

I – A partir de uma hipótese acidental ou cenário, pode-se partir para modelagens matemáticas e cálculos específicos . . . → Abrir Q38

Q39

petrobras-cesgranrio-2014-engenheiro-de-seguranca-q39

No Brasil, a Agência Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB) estabeleceu em 2003 a Norma Técnica P 4.261, no documento denominado Manual de Orientação para a Elaboração de Estudos . . . → Abrir Q39

Q117 a Q120

Acerca das técnicas de autuação, fiscalização, auditoria, noções de legislação de segurança industrial e análise de riscos, julgue os itens subsequentes.

117 Evidência em uma auditoria é a informação que . . . → Abrir Q117 a Q120