Alta procura por concursos públicos provoca a escassez de profissionais

Data: 21/02/2013
Fonte: Correioweb

Movido pelo sonho de ter um emprego estável, boa remuneração e horário de trabalho flexível, um número cada vez maior de pessoas tem deixado de lado a carreira na iniciativa privada para batalhar uma vaga no funcionalismo público. A intensificação desse movimento, no entanto, atinge em cheio a economia do país, pois reduz a oferta de profissionais especializados. A situação se torna ainda mais grave em áreas nas quais eles já são escassos, como as de engenharia e tecnologia. Essa realidade é uma das constatações do estudo Pensando Direito, elaborado pela Fundação Getulio Vargas (FGV) e pela Universidade Federal Fluminense (UFF), ao qual o Correio teve acesso.

Em expansão pelo país, os certames movimentam, segundo dado da Associação Nacional de Proteção e Apoio aos Concursos (Anpac), cerca de R$ 50 bilhões por ano — cálculo que considera os principais gastos dos concurseiros, como aulas, inscrições e alimentação. Coordenador da pesquisa da FGV e da UFF, o professor Fernando Fontainha ressalta que o grande contingente de pessoas graduadas que se dedicam às seleções gera um deficit de talentos no mercado. “Os salários e a estabilidade oferecidos tornam irracional que alguém faça qualquer outra coisa que não um concurso.”

  • Hasdrubahl

    Isso é reflexo de como a iniciativa privada trata sua mão de obra = com total desrespeito. Causa e efeito. Simples assim. E é desrespeito em todos os aspectos: remuneração, respeito profissional, oportunidades de desenvolvimento, assédio moral, etc.

  • H

    Não se iludam, várias plataformas já estão deixando de operar em terras brasileiras por não terem renovado contrato com a Petrobras. Isto mostra o reflexo de uma política desastrada e a falta de independencia da sua então presidenta para tomar atitudes positivas sem fundamento político. Fora PT!!

  • CALEL

    universidade federal fluminense VS centro universitário jorge amado

    curso: engenharia de petróleo e gás

    (UFF) + (CUJA)= MÃO DE OBRA QUALIFICADA

    centro universitário jorge amado = SEM ESTAGIO

  • Jessica

    Acredito que o concurso público é uma boa alternativa ´para recém formados.

  • Ronaldo

    Ainda sim não vale a pena trabalhar em empresa privada, muita instabilidade.

  • Leandro

    Pois é, mas o mercado privado já está elevando assustadoramente os salários e retirando profissionais do setor público. Tudo na vida tende a se reequilibrar!