Petrobras vai abrir 6 mil vagas em concursos em três anos

27/11/2010
Fonte: CorreioWeb
Cristiane Bonfanti

Quem quer ingressar na Petrobras tem ótimas expectativas para os próximos três anos. A estatal anunciou que pretende contratar, por meio de concursos públicos, 6 mil funcionários até 2013. O primeiro certame, cujo número de vagas ainda não foi definido, deve ser lançado até março do ano que vem. “Estamos consolidando as necessidades de cada área da companhia. Neste momento, os setores que apontam demandas são os de exploração, produção e refino. Se houver alguma emergência, podemos divulgar editais ainda neste ano”, disse ao CorreioWeb o gerente de Gestão do Efetivo da Petrobras, Lairton Correa.

Segundo o gerente, até dezembro deste ano, a Petrobras deverá nomear 1,5 mil aprovados nos certames de 2009 e 2010. Além de atender as novas demandas da estatal, o reforço na área de recursos humanos vai repor os cargos abertos por aposentadorias e demissões. Com as medidas, a previsão é de que o número de funcionários efetivos na empresa passe de 56.207, hoje, para 64.605, em 2013, sem contar as subsidiárias. As oportunidades serão para todas as unidades da federação.

Embora os postos a serem oferecidos ainda estejam sob análise, a indicação de Correa é de que sejam abertas vagas para candidatos de níveis médio e superior. Entre as áreas carentes estão as de Engenharia, Geologia e Geofísica. Quem tem nível intermediário poderá disputar oportunidades nos cargos de técnico de operação e manutenção, entre outros. “Se observarmos os processos seletivos realizados pela companhia, esses profissionais são os mais demandados. Mas isso ainda é preliminar”, observou o gerente.

No certame deste ano, a Petrobras ofereceu 502 vagas e cadastro reserva em todo o Brasil para cargos de níveis médio e superior. Ao todo, 88.590 pessoas se inscreveram – uma média de 176,5 candidatos por vaga. Na seleção de 2009, foram 819 vagas efetivas de níveis médio e superior e cadastro. As remunerações iniciais variaram de R$ 1.141,61 a R$ 3.940,16.

Bancas organizadoras

Segundo Correa, as duas organizadoras que normalmente oferecem estrutura para os certames da Petrobras são o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB) e a Fundação Cesgranrio. Entre as preocupações com a banca está o fato de as provas terem de ser aplicadas, geralmente, em mais de 20 unidades do Brasil. “Normalmente, precisamos avaliar se elas atendem as necessidades do órgão dentro do prazo. Se houver determinação do governo para que haja licitação, certamente vamos fazer. Estamos em etapa de estudo”, adiantou o gerente.

Petrobras vai abrir 6 mil vagas em concursos em três anos


Cristiane Bonfanti – Do CorreioWeb

Quem quer ingressar na Petrobras tem ótimas expectativas para os próximos três anos. A estatal anunciou que pretende contratar, por meio de concursos públicos, 6 mil funcionários até 2013. O primeiro certame, cujo número de vagas ainda não foi definido, deve ser lançado até março do ano que vem. “Estamos consolidando as necessidades de cada área da companhia. Neste momento, os setores que apontam demandas são os de exploração, produção e refino. Se houver alguma emergência, podemos divulgar editais ainda neste ano”, disse ao CorreioWeb o gerente de Gestão do Efetivo da Petrobras, Lairton Correa.

Segundo o gerente, até dezembro deste ano, a Petrobras deverá nomear 1,5 mil aprovados nos certames de 2009 e 2010. Além de atender as novas demandas da estatal, o reforço na área de recursos humanos vai repor os cargos abertos por aposentadorias e demissões. Com as medidas, a previsão é de que o número de funcionários efetivos na empresa passe de 56.207, hoje, para 64.605, em 2013, sem contar as subsidiárias. As oportunidades serão para todas as unidades da federação.

Embora os postos a serem oferecidos ainda estejam sob análise, a indicação de Correa é de que sejam abertas vagas para candidatos de níveis médio e superior. Entre as áreas carentes estão as de Engenharia, Geologia e Geofísica. Quem tem nível intermediário poderá disputar oportunidades nos cargos de técnico de operação e manutenção, entre outros. “Se observarmos os processos seletivos realizados pela companhia, esses profissionais são os mais demandados. Mas isso ainda é preliminar”, observou o gerente.

No certame deste ano, a Petrobras ofereceu 502 vagas e cadastro reserva em todo o Brasil para cargos de níveis médio e superior. Ao todo, 88.590 pessoas se inscreveram – uma média de 176,5 candidatos por vaga. Na seleção de 2009, foram 819 vagas efetivas de níveis médio e superior e cadastro. As remunerações iniciais variaram de R$ 1.141,61 a R$ 3.940,16.

Bancas organizadoras

Segundo Correa, as duas organizadoras que normalmente oferecem estrutura para os certames da Petrobras são o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB) e a Fundação Cesgranrio. Entre as preocupações com a banca está o fato de as provas terem de ser aplicadas, geralmente, em mais de 20 unidades do Brasil. “Normalmente, precisamos avaliar se elas atendem as necessidades do órgão dentro do prazo. Se houver determinação do governo para que haja licitação, certamente vamos fazer. Estamos em etapa de estudo”, adiantou o gerente.

  • Morenaa Roxy

    Tenho apenas 18 anos meu sonho é trabalhar na Petrobas, vou deixar meu comentario aqui porque adorei este site falando de como funciona um pouco sobre o petroleo. Ano que vem começo a fazer pre vestibular afim de conseguir fazer uma faculdade federal no Rio de Janeiro de Engenharia de Petroleo. Pode ter certeza que este site só me ajudou a apornfundar mais no que eu realmente quero para o meu futuro. Obrigado todos voceis
    Maiara