Q21

Ferro apresenta uma transição de fase de ferrita para
austenita a 912 oC. A dilatação térmica é uma técnica
muito empregada para estudar essa transição de fase.
Um corpo de prova, com o formato de pequeno cilindro
feito de ferro, é colocado em um forno, e seu comprimento
é medido em função de um aumento linear da
temperatura.
Durante um aquecimento da temperatura ambiente até
1.200 oC, constata-se que o comprimento do corpo de prova

(A) aumenta de maneira quase linear, sem descontinuidade,
até 1.200 oC.
(B) aumenta de maneira quase linear até a temperatura
de transição, quando sofre uma pequena e brusca dilatação
para depois continuar a aumentar.
(C) aumenta de maneira quase linear até a temperatura
de transição, quando sofre uma pequena e brusca redução
para depois continuar a aumentar.
(D) decresce de maneira quase linear, sem descontinuidade,
até 1.200 oC.
(E) decresce de maneira quase linear até a temperatura
de transição, quando sofre uma pequena e brusca redução
para depois continuar a decrescer.

Ver Solução