Q36

Um fluido incompressível e sem viscosidade é transportado por um tubo cilíndrico horizontal de raio R = 2,0 cm com a velocidade V = 3,0 m/s. A partir de um certo ponto, o tubo se bifurca em dois tubos, também horizontais, com raios R’ = 1,0 cm.

A velocidade V’ do fluido nos tubos após a bifurcação, em m/s, é de:

(A) 1,5
(B) 3,0
(C) 6,0
(D) 9,0
(E) 12,0

Ver Solução
  • Antonio Ronaldo

    Ok Rafael, concordo coma a sua resolução!

    Sabemos que as vazões (Q1 e Q2) são são as mesmas na extremidade a esquerda do tubo e
    logo após a bifurcação.

    Sabemos também que a vazão é calculada pela multiplicação da área pela velocidade do fluido
    no escoamento.

    Q=A.V (m3/s)

    Calculando as áreas 1 e 2 resapectivamente obtemos

    A1 = 4*pi (cm2)

    A2 = 1*pi (cm2)

    V1 = 3m/s

    Basta fazer Q1 = 2*Q2 (Dois tubos)

    3*4*pi = V2*2*1*pi   (Simplificando)

    V2 = 6 m/s

  • Rafael

    V.A.=V’.A’.’. Como o fludo é incompressível, =’, então:
    3*pi*2²=2*V’*pi*1²
    V’=6m/s