Q46

A energia cinética molecular média de 2,0 mol de um gás monoatômico ideal é 6,0 × 10-21 J.

Dados:
R = 8,3 J/molK
NA = 6,0 × 1023 mol−1
kB = 1,4 × 10−23 J/K
A energia interna total em kJ desse gás é
(A) 1,8
(B) 3,6
(C) 7,2
(D) 14,4
(E) 36,0

 

Ver Solução
  • Manuel

    Vc respondeu a pergunta pra mim. Observe que ele deu a energia cinética de apenas uma molécula, a média. Essa questão é uma pegadinha de interpretação. Temos em 2 mols 12 x 10^23 moléculas. Ou seja a Ec é (quantidade de moléculas multiplicado pela energia cinética de cada molécula) 12 x 10^23 x 6 x 10^-21 = 72 x 10^2 = 7,2 kJ. Logo a U = 7,2kJ.

  • Euder Alves

    Sabe-se que, por molécula

    Ec = (3/2)*Kb*T T= (2*Ec)/(3*Kb). Assim:

    T = (2*6*10^-21)/(3*1,4*10^-23) = 285,71 K…

    A energia interna é dada por:

    U=(3/2)*n*R*T, substituindo valores, tem-se:

    = (3/2)*2*8,3*285,71

    =7114J = 7,114 kJ

    Resposta letra C.

  • lucianobillotta

    Putz, pegadinha total essa aqui!

    É prestar atenção no enunciado. Ele diz que é a energia cinética MOLECULAR média, ou seja, energia de uma molécula do gás monoatômico.

    Como cada mol do gás encerra 6×10^23 (NA) moléculas. A energia interna total é:

    DeltaU = 2 x NA x 6 x 10^-21 = 2 x 6 x 10^23 x 6 x 10^-21 = 72 x 10^2 J = 7,2 kJ

  • Anônimo

    Também não entendi muito bem não Bruno.

  • Juliano Teixeira

    A energia interna de um gás é igual a soma das energias cinéticas de translação dos átomos do gás. Assim: U = n.Na.Kmed = 7200 J

  • Bruno

    Nao entendi essa questao! Para um gas monoatomico ideal, a energia interna e igual a sua energia cinetica.Ele ja ta dando a cinetica. Por que pede a energia interna???

  • Anônimo

    Considerando
    1) energia média é de 6E-21 J/átomo
    2) temos 2 mols
    3) temos 6E+23 átomo/mol

    logo a energia interna será:

    2*6E-21*6E+23 = 7200 J = 7,2 kJ