Q66

O diagrama a seguir representa as pressões gravadas pelo Registrador Externo (RE), equipamento instalado na extremidade inferior da coluna do poço, durante o teste de formação de um poço de petróleo.

No diagrama, podem ser observadas as diversas fases do teste (definidas pelas letras de “A” a “I”) e as respectivas variações de pressão (eixo vertical) no decorrer no tempo (eixo horizontal).

No gráfico pressão versus tempo do teste de formação considerado, o trecho indicado pela letra

(A) “C” representa o Período de Estática
(B) “C” representa o primeiro Período de Fluxo
(C) “D” representa o Período de Estática
(D) “D” representa o primeiro Período de Fluxo
(E) “H” representa o segundo Período de Fluxo

Ver Solução
  • Alison Pagung

    Tá certo, André. Sua justificativa é válida, com certeza, porém, tenho minhas últimas ressalvas a fazer:

    Tive como base os gráficos da carta de teste para dizer que o Thomas referencia os períodos de fluxo com B e C & E e F juntas, e, de fato, isso ocorre.

    Nos parágrafos iniciais da p. 131 ele explica que vai descer o packer, assentar e iniciar a abertura da vávula de fundo. É nesse instante (abertura da válvula) que há a queda de pressão de PHI até PFI1 e nesse instante também o fluido de completação se expande para dentro da coluna, como reação normal, dando início ao período de fluxo.

    Na sua citação, na frase seguinte, ele explica: “[...] Tem início, então, o primeiro período de fluxo. No diagrama de pressão, a pressão cai de PHI até PFI1 (pressão inicial de fluxo) quase instantaneamente, pois a formação é comunicada com a pressão atmosférica através da coluna vazia.”

    Ou seja, ele também cita essa parte da queda de pressão junto com o primeiro período de fluxo.

    Duas verdades aqui: O B é um fenômeno natural da abertura da válvula apenas de equalização de pressões, ao passo que instantaneamente o fluido de completação se expandiria para dentro da coluna quando houvesse a comunicação, enquanto o C é o fluxo em si. Porém, não teria como haver fluxo antes de o B acontecer, colocando ele, na minha opinião, como parte da operação de fluxo do poço. Vejo da seguinte forma: Por mínima abertura que fosse, já haveria uma queda de pressão e um fluxo de equalização instantâneos.

    Na ocorrência do B, há instantaneamente a expansão do fluido de completação, e talvez isso possa ser considerado um “fluxo de ignição” do fluxo principal, usando um termo fora da área só pra tentar descrever, haha. Drawdown seria melhor.

    Complexo! Não deixo de concordar com sua citação. No fim, o melhor seria eles terem aceitado seu o recurso… Não costumo defender gabarito, mas essa aqui realmente deu trabalho.

    Bom, termino da mesma forma: Talvez haja outra interpretação para o que citei, mas essas são válidas também.

    Abraço!

  • André Chalella Das Neves

    Olá, Alison. Obrigado pelos elogios.

    O Thomas não considera que o B faz parte do período de fluxo. Veja a p. 131:

    “[...] Neste instante, o fluido de completação existente abaixo do obturador se expande para dentro da coluna, liberando a formação da pressão hidrostática. Tem início, ENTÃO, o primeiro período de fluxo.”

    Grifo meu no “então”, que, para mim, tem significado de advérbio de tempo querendo dizer “após o fluido de completação ter se expandido.” Portanto, creio que na primeira frase ele descreve o B e, na segunda frase, o C.

    Talvez haja outra interpretação possível para esse trecho, mas estou seguro de que a acima é válida.

    Abraços.

  • Alison Pagung

    Antes de qualquer coisa, parabéns, André Chalella, você ajuda bastante nesse site e tem muita noção das coisas. Merecido seu posto na BR.

    Sobre a questão, realmente passível de anulação. Não sei porque não foi aceito. Porém, minha opinião é a mesma do Rafael da Costa, pois o primeiro período de fluxo engloba ambas B e C, uma vez que B é apenas uma consequência do início desse período e é um intervalo de tempo muito pequeno. Veja que Thomas sempre descreve B e C & E e F juntas quando referencia os períodos de fluxo.

    Sobre a C, poderia ser afirmado sem medo estar correta. É o período de estática referente ao primeiro fluxo. Acho que o fato de ele não citar ser o primeiro e não citar ser o único não tira a razão da alternativa…

    De qualquer forma, eu teria marcado a C.

  • André Torres

    Fala André, você tem o livro do Thomas de 2004, estou precisando entender melhor esse diagrama e parece que a banca tirou a imagem do próprio livro. Agradeceria muito. Abraço.

  • LFAV

    Vou prestar sim. Valeu!

  • André Chalella Das Neves

    Olá, Rafael.

    Acho que você se confundiu com as letras e quis dizer “não é somente a letra C mas também a B.” Considerarei assim. A verdade é que o trecho B não representa fluxo de óleo. Ele é uma mera equalização de pressão, que ocorre extremamente rápido, entre o volume de fluido de completação no anular (pouco, pois é limitado pelo packer) e a coluna vazia. O fluxo de óleo propriamente dito é bem mais lento e ocorre somente no trecho C.

    Quanto à alternativa C, você concordou comigo. O trecho D é UM período de estaticá, e não O como está escrito na prova.

    Abraços.

  • Rafael da costa

    Desculpa, respeito sua posição mas discordo, pois o primeiro período de fluxo não é somente a letra B mas também a C, logo a alternativa B não está totalmente correta, é uma meia verdade. Já a Letra C é um período estático, independente de ser o primeiro, o segundo ou o único.

  • Edu

    Duas respostas nessa questão. A letra “A” indica a descida da coluna de teste fechada, aumentando a pressão do poço. A letra “B” indica a abertura da válvula de teste, diminuindo a pressão. A letra “C” indica o primeiro período de fluxo. A letra “D” indica o primeiro período de estática, voltando novamente a crescer a pressão. Letra “E”abertura novamente da válvula de fundo, ocorrendo depleção de pressão. “F” o segundo período de fluxo. “G” segundo estática, aumentando novamente a pressão. “H” desassentamento do packer. “I” retira da coluna de teste.

    Então, a questão tem duas respostas. Era para ser anulada.

  • André Chalella Das Neves

    Fala, LFAV! Este site me ajudou muito na época do meu concurso, e eu gosto de retribuir. Tem muito comentário meu espalhado por aí da época que eu tava estudando. Quando vi que abriu vaga pra Eng. de Petróleo de novo, dei um pulinho aqui pra ver como andava e acabei me empolgando, hehe. Vai prestar? Boa sorte!

  • LFAV

    Caramba André, vc foi segundo lugar em 2014! Parabéns rapaz! Tá fazendo o que aqui ainda? Só pelo esporte mesmo?

  • André Chalella Das Neves

    Nenhum recurso foi aceito na prova para Eng. Petróleo de 2014.

  • jeffeson vieira de oliveira

    Concordo que o gabarito é B mesmo, e o recurso foi aceito?

  • André Chalella Das Neves

    Dois pontos importantes:

    1. A Alternativa B está correta.
    2. A Alternativa C está imprecisa, pois não existe um único período de estática, mas sim dois (D e G), de forma que o correto seria dizer “D representa o PRIMEIRO Período de Estática.”

    A própria referência citada na questão corrobora isso (Thomas, p. 131).

    Dessa forma, a questão deveria ter seu gabarito alterado para B (como eu propus em recurso à época) ou anulada (como creem outros Engs. de Petróleo da Petrobras).