Q38

Com relação à analise de consequências e vulnerabilidade, considere as afirmativas abaixo.

I – A partir de uma hipótese acidental ou cenário, pode-se partir para modelagens matemáticas e cálculos específicos para a estimativa de consequências, envolvendo produtos químicos, tais como liberações tóxicas, vazamentos, incêndios e explosões, entre outros danos.
II – Ao se estudarem os impactos ao homem ou ao meio ambiente, ou ainda à instalação industrial, fala-se em vulnerabilidade, que consiste basicamente em modelos e estudos que correlacionam as consequências físicas à capacidade de resistência dos corpos ou meios expostos.
III – Uma vez identificadas hipóteses acidentais, deve-se, então, fazer uma estimativa das consequências, com a finalidade de se obterem informações sobre o comportamento do produto no meio, bem como a quantificação dos seus efeitos físicos em termos de radiações térmicas (incêndios), sobrepressões (explosões) e concentrações tóxicas (vazamentos/liberações).
IV – Os modelos de vulnerabilidade baseiam-se, de forma geral, numa função matemática de Cleiperon (Cp), desenvolvida por Perrut, do tipo: Cp = (a x b) + b Log x, onde: a e b são variáveis climáticas, sendo que x é a quantidade da população exposta à magnitude do impacto físico e a variável Cp representa a extensão da área afetada a partir do ponto onde ocorreu o acidente.

São corretas as afirmações

(A) I e III, apenas
(B) II e IV, apenas
(C) I, II e III, apenas
(D) II, III e IV, apenas
(E) I, II, III e IV

Ver Solução