Q32

Em um experimento de laboratório, uma partícula de massa m descreve um movimento retilíneo e uniforme sobre um plano horizontal, sem atrito, com velocidade vo, paralela ao eixo x. Em certo momento, essa partícula é submetida a uma força F perpendicular à direção de vo durante um intervalo de tempo muito pequeno, conforme ilustrado abaixo.

Seja v o vetor velocidade da partícula imediatamente após a aplicação da força. Entre as figuras abaixo, a que representa os vetores velocidade, antes e depois da aplicação da força, é

Ver Solução
Gabarito: C

Solução em breve.

4
Deixe um comentário

avatar
2 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
Julianalins09CaioviveJrog Recent comment authors
newest oldest most voted
Julianalins09
Visitante
Julianalins09

Por que não D nem E?

Caiovive
Visitante
Caiovive

quando  ele fala que o tempo é muito pequeno,ele não diz que o impulso seria zero?
Considerando uma colisão rápida!

creio que a variação da quantidade de movimento seria zero tanto em y quanto em x.

I=0=variacao da quantidade de movimento.

em x:

m.v.cos(teta)=m.v0  (não varia em x)

Em y:
m.v.seno(teta)= m.Vy (velocidade com que a força é aplicada verticalmente para baixo antes da colisão, como se fossem dois corpos se chocando).

  Teta= angulo do vetor v com a horizontal

Jrog
Visitante
Jrog

Só corrigindo:

O impulso faz com que a quantidade de movimento varie somente na direção y, assim a velocidade em x permanece, mas há um ganho de velocidade em y, portanto C.

Jrog
Visitante
Jrog

O impulso faz com que a quantidade de movimento varie somente na direção vertical, assim a velocidade horizontal permanece, mas há um ganho de velocidade vertical, portanto C.